postado por bells no dia 28.03.2017

Durante o photoshoot desse ano para a W Magazine, Dakota gravou um screen test com a editora da revista, Lynn Hirschberg. Confiram o resultado abaixo:

categorizado como: Entrevistas
postado por bells no dia 22.03.2017

O primeiro still oficial de Dakota como Wendy em Please Stand By foi divulgado! Confiram:

categorizado como: Please Stand By, Stills Oficiais
postado por bells no dia 21.03.2017

Em uma entrevista com o site Collider, Dakota falou mais sobre seus futuros projetos The Alienist, Ocean’s 8, assim como sobre Brimstone, confiram:

Do roteirista/diretor Martin Koolhoven, o suspense faroeste brutal Brimstone conta a história épica de uma sobrevivente da fronteira (Dakota Fanning), que está sendo caçada por um padre vingativo (Guy Pearce) no velho oeste americano. Enquanto o padre faz qualquer coisa diabólica e perversa que ele pode imaginar para abalá-la, a bravura de Liz prova que ela irá fazer qualquer coisa que ela puder para proteger sua família.

Enquanto está em Budapest para gravar a próxima série da TNT, The Alienist (sobre um repórter criminal e um psicólogo conduzindo uma investigação secreta sobre abomináveis assasinatos em série em Nova Iorque no final do século 19), a atriz Dakota Fanning falou com o Collider pelo telefone, para esta entrevista sobre as intensas filmagens de Brimstone, sobre ter um ótimo tempo no set mesmo quando o material é obscuro, o que ela gostou sobre a história e a personagem, e como é interpretar uma pessoa que não pode falar por muita parte do filme. Ela também falou sobre o pulo para a televisão e o por que ela quis fazer The Alienist, ao lado de Daniel Brühl e Luke Evans, a incrível experiência que ela teve no super secreto Ocean’s 8, e o quão seriamente ela está pensando sobre assinar seu primeiro projeto, como diretora.

Collider: Esta não é uma história feliz. Ela realmente ilustra o quão angustiante e perigoso foi ser uma mulher da fronteira. Quão intenso e esgotante foram essas filmagens, e você conseguiu criar alguns momentos mais leves no set?

DAKOTA FANNING: Foi, definitivamente, uma filmagem intensa. Houveram muitas partes desafiadoras. Houveram desafios práticos, com algumas locações onde estávamos filmando, e era o pico do inverno no Leste Europeu, o que fazia ser muito frio e escuro. E também houveram os desafios do assunto em questão, em geral, o que foi intenso, e muitas das vezes, e requeria muito foco e energia mental. Mas, eu sempre consegui achar uma diversão nisso. Eu acho esses desafios muito excitantes e divertidos, e eu amo me desafiar. Eu recebo de braços abertos. Eu sempre sou capaz de achar momentos mais leves em qualquer set, não importa o que seja. Só por que uma cena é pesada, não quer dizer que o dia inteiro precisa ser pesado. Eu estava trabalhando com pessoas que tem senso de humor e queriam ter estes momentos mais leves comigo. (Roteirista/Diretor) Martin [Koolhoven] tem um senso de humor muito alemão. E Guy [Pearce] é uma pessoa maravilhosa. Então, nós, definitivamente, tivemos um ótimo tempo, apesar do assunto abordado em questão.

Esta personagem tem tanta coisa jogada em cima dela, que ele é colocada em um papel de vítima, mas a sua força e determinação são tão fortes que ela continua a lutar contra isso. De onde você acha que esta determinação vem, especialmente vendo o quão sua mãe era fraca e havia aceitado seu destino?

FANNING: É isto que eu gosto na história. Eu provavelmente não faria o filme, se ela apenas sucumbisse nas circunstâncias, e não persistisse e lutasse. Isso foi muito importante para mim, que ela era fosse forte. Eu acho que, para mim, onde ela achou forças para lutar, foi por ser mãe. Não era apenas sobre ela. Ela não está apenas lutando por si, mas por sua filha, para protegê-la, e esta foi a raíz e o centro para a maioria das decisões que ela tomou. É assim que eu racionalizo sua determinação.

(more…)

categorizado como: Entrevistas